Publicidade

Paulo Guedes afirma que a economia pode aumentar 3% em 2022

No dia 14 de setembro, em um encontro com empresários, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a economia pode aumentar 3% em 2022.

Entretanto, será que essa declaração tem fundamento? Continue a leitura e entenda melhor como as projeções econômicas podem afetar o seu bolso!

Publicidade

O que é projeção econômica?

A princípio, entende-se por projeções macroeconômicas, o monitoramento da evolução e tendência de diversos tipos de indicadores econômicos, tais como inflação, crédito, emprego, renda etc.

a economia pode aumentar

Paulo Guedes, ministro da Economia (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O Banco Central, toda segunda-feira, divulga o Boletim Focus, que é um relatório que mostra a evolução das principais métricas que norteiam nossa economia.

São mais de 100 instituições ouvidas pelo Banco Central, para que haja uma análise apurada das perspectivas de crescimento a partir de modelos estatísticos.

A Economia pode aumentar mesmo? O que dizem os especialistas?

Por mais que o ministro tenha sido otimista demais, realmente a economia brasileira tem projeções favoráveis de crescimento até o fim do ano.

Para se ter uma ideia, o primeiro semestre fechou com um crescimento de 2,5% no PIB (Produto Interno Bruto), que é a produção de bens e serviços no país.

Segundo o último boletim Focus, a tendência apontada pelos analistas financeiros é de que o país feche o ano com uma alta de 2,65% em relação a 2021.

A retomada das atividades, a injeção de recursos financeiros, o progresso do setor de serviços e alta das commodities são alguns dos fatores que podem explicar o crescimento.

Caso essa projeção se concretize, como isso afeta a vida dos brasileiros?

Partindo do princípio que a economia pode aumentar, a tendência é que haja mais capital estrangeiro injetado no país, pois o risco diminui do ponto de vista dos investimentos.

Com a economia “navegando de vento em popa”, pode-se projetar uma abertura maior de vagas de emprego, representando renda digna para a população.

Com poder de compra, as famílias consomem mais bens e serviços e isso impacta na percepção de bem-estar da sociedade, que ainda não se faz presente por conta da alta inflação.

Quer ver outros assuntos menos densos quanto a Política Econômica? Aproveite que está aqui e continue no nosso portal para ler sobre outros temas diversos.

Quer acompanhar mais informações sobre tecnologia? Então, continue lendo as notícias do Jornal Manchete .

Últimos posts
Aplicativos para carregar celular com energia solar

Quem é que gosta de ficar sem bateria no celular? Ninguém, não é mesmo? Hoje, com o avanço da […]

Leia mais
Leilão da Caixa Econômica. Veja como comprar sua moto

A maioria das pessoas hoje têm a necessidade de usar uma moto para se deslocar para algum lugar ou […]

Leia mais
Dá para comprar carros de leilão sem arrependimentos? Confira!

Nem todos sabem, mas é possível adquirir bons carros, novos ou usados, por um preço bem abaixo de mercado […]

Leia mais