Publicidade

Leilão da Receita tem Xiaomi e Apple entre os produtos

O aguardado leilão da Receita Federal em Brasília (DF) está movimentando o mercado de eletrônicos por oferecer uma ampla gama de dispositivos de marcas reconhecidas em lotes abertos para pessoas físicas.

O prazo para envio de propostas termina às 21h do dia 25 de março, com sessão para lances programada para iniciar às 11h do dia seguinte.

Publicidade

Mantendo a tradição, esse leilão reserva diversas oportunidades, principalmente para quem gosta das marcas chinesas. Entre os itens em destaque, estão dezenas de produtos Xiaomi, incluindo suas marcas subsidiárias, além de dispositivos da Realme e smartwatches da Amazfit. Uma considerável parcela dos lotes está disponível para participação de pessoas físicas.

Os interessados em produtos da Apple também têm motivos para acompanhar o evento. No lote 333, por exemplo, estão listados dez iPhones 7 Plus, com lance inicial fixado em R$ 1.000. Outros lotes apresentam iPhones sem especificação de modelo, um iMac M1 e um Macbook Air.

Destacando-se entre os lotes, o número 318 oferece uma diversidade de eletrônicos, englobando smartphones da Redmi, Poco, Redmi AirDots, Nintendo Switch e outros dispositivos. O lance inicial para este conjunto é de R$ 2.500. E para os saudosistas do Windows Phone, o lote 373 reserva uma oportunidade única com um Lumia 640, lançado em 2015.

Publicidade

Como participar do leilão da Receita Federal

  • Primeiramente, é preciso ter um certificado digital (disponível para compra separadamente)
  • Depois, você precisa adquirir um código de acesso pelo Portal e-CAC
  • Leia atentamente o edital (clique aqui para acessar)
  • Na mesma página, realize suas propostas
  • Verifique também o local de armazenamento de cada produto.
  • É importante ressaltar que a retirada dos produtos não é realizada pela Receita Federal para os vencedores das propostas. A responsabilidade pela retirada é exclusiva do arrematante, sendo crucial estar atento ao local designado para cada lote.
Leilão da Receita

Leilão da Receita tem lote de iPhones 7 Plus, com lance inicial fixado em R$ 1.000 (Foto: Divulgação)

Os leilões da Receita

Você deve estar se perguntando: mas como funcionam esses leilões? De onde vêm esses produtos?

Os leilões da Receita Federal são oportunidade para adquirir produtos com preços abaixo do mercado, porque geralmente são lotes de produtos apreendidos nas fiscalizações da Receita em portos e aeroportos.

Por exemplo, quando um indivíduo tem uma mercadoria apreendida na barreira aduaneira do aeroporto, seja por não pagar impostos ou exceder a cota permitida, esse item pode ser posteriormente leiloado pelo órgão. Da mesma forma, dispositivos apreendidos nos portos devido à importação clandestina também são leiloadas. É importante destacar que todos os produtos disponíveis nos leilões são originais e de procedência conhecida.

Publicidade

Assim, esses pregões têm como objetivo principal recuperar parte dos custos associados à armazenagem, transporte e outras despesas relacionadas à guarda desses bens. Além disso, esses eventos contribuem para promover a legalidade e transparência na destinação de produtos apreendidos, impedindo que retornem ao mercado ilegal.

Leia também Aplicativos para detectar peixes

Gostou deste conteúdo? Continue por aqui!

Quer acompanhar mais informações sobre tecnologia? Então, continue lendo as notícias do Jornal Manchete .

Últimos posts
Aplicativo para ajudar na saúde e bem-estar!

Aplicativo para ajudar na saúde e bem-estar é uma excelente maneira de estar por dentro de tudo que acontece […]

Leia mais
Veja como assistir beisebol pelo celular

Se você quer saber como assistir beisebol pelo celular, saiba que está no lugar certo. Afinal, nada mais legal […]

Leia mais
Veja como assistir a TV Globo grátis pelo celular

Com a tecnologia avançada veja como assistir a TV Globo grátis pelo celular. A Rede Globo de Televisão criou […]

Leia mais