Publicidade

4 dicas para comprar motos de leilão do Detran

Muitos brasileiros têm conseguido realizar o sonho da primeira moto ou de conquistar a moto dos sonhos através dos leilões do Detran. 

Afinal, neles é possível adquirir veículos de boa procedência por um preço bem acessível que não pesa no bolso e nem compromete tanto o orçamento. 

Se você ficou interessado e quer saber como comprar as motos de leilão do Detran de um jeito simples e sem arrependimento, veja todas as informações que preparei pra você.

Publicidade

Como comprar motos de leilão do Detran sem se arrepender

1. Pesquise e conheça os principais e melhores leilões

Se você quer ter um bom desempenho na hora de participar de um leilão e conseguir adquirir a tão sonhada moto no leilão, é preciso que você entenda como funciona esse evento e tudo começa pela escolha de uma empresa específica. 

Para isso, é fundamental visitar o site para conhecer melhor ou se dirigir até o local do evento e conversar com a equipe organizadora.

Neste sentido, é importante saber que a grande maioria desses leilões ocorrem em lotes, e a empresa que está produzindo, anuncia em diversos canais, como:

  • TV
  • jornais
  • rádio 
  • internet

Outra dica importante é  se atentar aos anúncios das vitrines virtuais, onde muitas empresas colocam motos que são apenas ilustrativas.

Ou seja, antes de fazer o lance, verifique se o veículo pretendido é mesmo o da foto ou se a imagem é meramente ilustrativa para indicar uma moto, sem no entanto se tratar da disponível para arrematação. 

Por isso, é sempre indicado comparecer ao pátio na data estipulada no edital, para verificar melhor o estado da moto pretendida e assim, evitar desentendimentos ou arrependimentos futuros.

2. Escolha a moto correta

Uma dica importante é verificar se a moto desejada é importada. Afinal, no leilão é difícil mensurar se de fato estão em boas condições e, caso precise de manutenção, estas podem sair mais caras do que o valor da moto. 

Por isso, é recomendado que busque modelos populares e que os custos de manutenção sejam mais acessíveis, para que o investimento realmente valha a pena.

3. Guarde um dinheiro para investimento reserva

Apesar da maioria das motos de leilão terem uma boa procedência, é sempre possível que tenha algum serviço a ser feito. Por isso, é recomendado que, ao comprar uma moto de leilão, o arrematante guarde dinheiro.

Afinal, em alguns casos, elas podem vir com multas e outros custos em atraso, deixadas pelo antigo proprietário ou alguma manutenção a ser feita, como dito anteriormente.

Portanto, identifique possíveis gastos antes de apresentar o lance, e caso resolva dar, procure ter uma reserva financeira para possíveis imprevistos.

Afinal, existem também taxas adicionais a serem pagas, como por exemplo:

  • 5% do lance ao leiloeiro ou empresa que produz o leilão,
  • débitos de IPVA e DPVAT,
  • além de transferência da moto para o nome do comprador.   

4. Limite um valor que está disposto a pagar

Como o leilão também envolve sentimentos de desejo e competitividade em muitos participantes, é recomendado estipular quanto está disposto a investir em uma moto. 

Assim, quando chegar no valor estipulado, você terá menos chance de continuar em uma negociação que talvez não seja mais tão vantajosa.

 

Quer acompanhar mais informações sobre tecnologia? Então, continue lendo as notícias do Jornal Manchete .

Últimos posts
Whatsapp libera mais usuários nos grupos

Whatsapp libera mais usuários nos grupos para a alegria de quem ama reunir pessoas interessadas no mesmo assunto. Isso […]

Leia mais
Medidor de pressão pelo celular. Veja como fazer isso!

Muitas pessoas estão usando medidor de pressão pelo celular, portanto se você sofre de hipertensão esses aplicativos podem ajudá-lo […]

Leia mais
Aprenda transformar seu texto em áudio

Se você quer facilitar sua vida na hora de fazer conteúdos, alguns apps podem te ajudar a transformar seu […]

Leia mais