Publicidade

Carne folheada a ouro faz sucesso no Qatar

Desde a estreia da Copa do Mundo, os olhos e ouvidos estão atentos a tudo que acontece no Qatar. No entanto, a novidade da rodada não é a bola em campo e sim a carne folheada a ouro.

Isso porque, imagens estão circulando nas redes sociais e há quem diga que e é esse o segredo de Tite para vencer o Mundial.

Quer saber mais que história é essa? Então, saiba tudo sobre a carne folheada a outro que faz sucesso no Qatar. Confira!

Publicidade

Afinal, que história é essa de carne folheada a outro?

Para começar a conversa, os jogadores como Bremer, Vinícius Júnior, Éder Militão e Gabriel Jesus comeram a carne folheada a ouro em um dia de folga da seleção em meio à Copa do Mundo.

Carne folheada a ouro faz sucesso no Qatar ( Imagem: Reprodução)

Carne folheada a ouro faz sucesso no Qatar (Foto: Reprodução rede social)

Isso aconteceu, na semana passada, na churrascaria de luxo Nusr-Et, do chef turco Salt Bae.

Dessa forma, em seu site, a steakhouse é definida como um lugar de experiências e onde carnes são transformadas em “obras de arte”.

Apesar de não ser nenhum Michelangelo, o custo da carne também é bem salgado e pode chegar a R$ 10 mil.

Vale destacar que, além dos atletas brasileiros, outros jogadores da seleção espanhola e o polonês Robert Lewandowski também visitaram o local e provaram a carne folheada a ouro.

Repercussão do caso

Acontece que tal atitude não caiu bem para algumas pessoas aqui no Brasil, como é o caso do padre Júlio Lancellotti, conhecido por suas caridades. Isso porque, no domingo (3), o padre havia postado nas redes sociais um vídeo sobre a visita dos jogadores ao restaurante, com o comentário “vergonha”.

Além disso, durante a sua entrevista junto a CNN, ele disse que “vergonha não é bem a palavra”, e que o ato dos jogadores, na verdade, gera “constrangimento”.

Vale destacar que o padre Júlio é um dos religiosos mais atuantes na Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de São Paulo.

Além disso, ele ainda afirmou que o constrangimento se dá por ele conviver com “pessoas tão dignas quanto os jogadores, mas que não têm sequer um pão para comer”. “E são pessoas que gostam deles (dos jogadores)”, disse.

Apesar disso, Padre revela que não dá para julgar

Para o padre Júlio, não cabe julgar os jogadores pela ida ao restaurante. “Eles são livres e têm livre arbítrio”. No entanto, cabe sempre uma boa crítica sobre “a estrutura que a gente vive”, baseada na desigualdade social.

Por outro lado, de acordo com o padre, os jogadores não deveriam perder de vista o contexto social e econômico do país que representam.

“E o contexto do Brasil é de fome e de miséria“, destacou o líder religioso.

No entanto, as críticas como as de Lancellotti foram rebatidas pelo ex-jogador Ronaldo, que também esteve na churrascaria de luxo degustando o prato ao lado dos jogadores.

De acordo com o ex-jogador, as imagens da ostentação podem servir de “inspiração” para outras pessoas.

Entre polêmicas e reviravoltas, o fato é que a seleção de Tite venceu o último jogo contra a Coreia do Sul por 4×1. Resta saber se foi o treino em campo ou o reforço da carne em folheada a ouro que pesou para a vitória da seleção.

Veja também: O deserto do Atacama está sendo usado como lixão

Agora que você sabe tudo sobre a carne foleada a ouro, é só esperar para saber o que mais a seleção pretende fazer no Qatar.

Continue navegando com a gente!

Quer acompanhar mais informações sobre tecnologia? Então, continue lendo as notícias do Jornal Manchete .

Últimos posts
5 melhores Apps de filmes e séries online e grátis para celular

Existem muitas formas de assistir filmes  e séries online e grátis de forma 100% gratuita e legal usando apenas […]

Leia mais
Apps gratuitos de navegação GPS em 2024 (Android e iOS)

Você gosta bastante de viajar, trabalha com delivery ou entregas? Pois bem, neste artigo nós vamos listar quais são […]

Leia mais
Quais as melhores operadoras de celular do Brasil

Em janeiro deste ano, a empresa Opensignal apresentou o Relatório Brasileiro de Experiência 5G. Com isso, podemos compreender quais […]

Leia mais