Publicidade

Veja como comprar celular no Leilão da Receita Federal

Atualmente, o celular é um dos acessórios mais fundamentais na vida de qualquer pessoa. Afinal, a partir deles é possível fazer de tudo um pouco: pagar contas, produzir conteúdo, consultar benefícios, assistir filmes, séries e futebol, e ver as redes sociais como Instagram e Tik Tok, entre outras atividades.

Neste sentido, ele deixou de ser um ítem de luxo para se tornar algo de primeira necessidade. Ainda assim, há quem viva com uma série de limitações por não ter condições de comprar um modelo que pode ser caro para boa parte da população brasileira. 

Mas isso não precisa ser assim, afinal, com o leilão de celulares da Receita Federal é possível comprar até mesmo aparelhos cobiçados como Iphone por apenas R$400. Veja como participar.

Publicidade

Como participar do leilão de celulares da Receita Federal

Que alguns aparelhos de celular são caros, isso todo mundo sabe. Porém, a novidade é que existe uma forma de adquirir um celular top de linha por um preço acessível através do leilão de celulares da Receita Federal.

Veja como participar e aproveitar os benefícios:

O primeiro passo para participar do leilão da Receita Federal, é acessar o site do órgão e identificar os lotes disponíveis. Essa informação pode ser conferida diretamente no edital do leilão.

Porém, para participar, é preciso que o cidadão seja maior de idade e tenha feito o cadastro no próprio site da Receita Federal, realizando a solicitação da chave de acesso ao portal e-CAC.

Em seguida, você já está apto a participar de leilão de celulares, bastando ficar atento à abertura de novos editais.  

Regras e Critérios do Leilão de Celular

Para participar do leilão de celulares, é importante conferir no edital se o lote está disponível para você. Afinal, alguns podem ser adquiridos por pessoas físicas enquanto, outros, apenas por pessoas jurídicas, com CNPJ.

Vale destacar que os produtos arrematados por pessoas físicas não podem ser vendidos, sendo restrito a utilização do bem apenas de forma pessoa.

No entanto, caso o arrematante seja uma pessoa jurídica, e o edital não dispuser em contrário, a empresa poderá revender os produtos arrematados legalmente.

Vale destacar ainda que, a Receita Federal não possui um serviço de entrega. Ou seja, o arrematante é responsável pela retirada do bem na data estipulada pelo edital, sendo passível de multa em caso de descumprimento do prazo.

Como forma de prevenir a população de possíveis aglomerações, ou ainda, a fim de não inviabilizar a realização dos eventos, os mesmos estão sendo negociados por meio eletrônico, virtual e online. 

Ou seja, todos os lances são feitos diretamente através do site da Receita Federal, razão pela qual o cadastro é tão importante.

Quanto custam esses celulares no Leilão?

Por se tratar de um leilão, vence o maior lance. Neste sentido, já ouve relatos de lotes que foram arrematados por apenas R$50 reais e outros por cerca de R$100 até R$130 reais.

Nos leilões, algumas marcas são algumas das mais vistas, como:

  • Iphones, 
  • Samsung Galaxy
  • Moto G
  • Xiaomi.

Inclusive, tem Iphone último lançamento por apenas R $450 reais.

Por tudo isso que muitos brasileiros têm participado dos leilões da Receita Federal e economizado bastante no bolso.

Quer acompanhar mais informações sobre tecnologia? Então, continue lendo as notícias do Jornal Manchete .

Últimos posts
5 melhores aplicativos gratuitos para dançar

A dança desde sempre ocupou um espaço enorme entre a civilização humana. Dos índios a geração tiktok, a dança […]

Leia mais
Conheça o Leilão de Carros da Receita Federal

Não é difícil encontrar quem queira comprar um carro novo ou trocar de carro, não é mesmo? Agora, essa […]

Leia mais
Rastrear celular através do satélite

Rastrear celular através do satélite é hoje uma das maneiras mais simples e práticas de conseguir localizar uma pessoa. […]

Leia mais